Quatro coisas #1

O blog está voltando ao seu ritmo normal de posts e hoje é dia de categoria nova aqui no blog. Desde que criei o Lunettes tinha pensado em fazer posts com uma vibe meio Five Things do Cupcakes and Cashmere. Agora que estou dedicando mais tempo a esse espaço decidi que era hora de colocar a ‘Quatro coisas’ no ar. Os posts desse tipo não vão ter uma periodicidade certa, tipo semanal ou quinzenal, vou postando conforme as ideias forem surgindo mas sem demorar muito, prometo! A cada vez, vou trazer 4 coisas que sejam comum a algum tema ou até mesmo aleatórias e discorrer um pouco sobre cada uma. Introduções à parte, vamos ao primeiro post! lunettes-quatro-coisas

// FILMES FRANCESES EDITION

Não sou uma pessoa que tem muitos critérios na hora de assistir filmes. Os únicos gêneros que não curto muito são de terror e fantasia, tipo vampiros, zumbis e etc, não curto mesmo. Mas se tem uma coisa que me chama atenção rapidamente pra uma produção é se ela é francesa. Adoro o cinema francês, as histórias e os atores principalmente. Do ano passado pra cá o número de french films que assisti só está crescendo e a lista dos que pretendo ver também é grande. Vou falar um pouco mais sobre meus quatro queridinhos até agora. lunettes-quatro-coisas-1

1. O Albergue Espanhol (L’Auberge Espagnol)

O filme conta a história de Xavier (Romain Duris), um rapaz francês de 25 anos, recém-formado em Economia que é convidado por amigo de seu pai para trabalhar no Ministério da Fazenda. Um dos pré-requisitos para o cargo é o domínio em espanhol, que Xavi não tem nem de longe. Para não perder a chance de trabalhar em sua área de formação, o moço decide estudar o idioma que foi exigido em Barcelona e terá de abandonar sua mãe e a namorada Justine (Audrey Tautou) em Paris. Pra resumir e não soltar nenhum spoiler, a estada do francesinho na Espanha muda a sua vida. Morando em um apartamento com sete estudantes estrangeiros, irá descobrir novas situações e experiências. A pluralidade cultural do filme é uma das coisas que eu mais gosto, além da forma realista como mostram todos os desafios enfrentados por uma pessoa que decide viver em outro país. O clima romântico-dramático-não-muito-cômico do Albergue é encantador. Sem grandes surpresas, o enredo é envolvente e me surpreendi bastante com toda a trama. Para melhorar, a trilha sonora tem “No Surprises” do Radiohead (depois que assisti o filme fiquei ouvindo essa música umas 5 vezes por dia durante duas semanas) e “Aerodynamic” do Daft Punk. Quem curte histórias bem cotidianas e sinceras, indico cinco vezes a produção. – Filme lançado em junho de 2002 e dirigido por Cédric Klapisch.

2. Rindo à Toa (LOL – Laughing Out Loud)

A menina Lola (Christa Theret) é a personagem principal da comédia francesa que envolve amizade, relações familiares conturbadas e traição. A adolescência é a fase de vida explorada no filme. Aos 15 anos, a moça descobre que é traída pelo namorado Arthur (Félix Moati) e vive uma relação cheia de diálogos tensos com sua mãe (Sophie Marceau). Mas como nem tudo na vida consiste em dramas, Lola encontra apoio nos braços de Maël (Jérémy Kapone) que é o melhor amigo de seu ex e acaba se apaixonando pelo menino. O ponto da alto da trama é quando a mãe de Lola lê seu diário e nota que o relacionamento das duas é bem tenso, assim ela começa a tentar se aproximar mais da filha e outras tretas acontecem. Quando encontrei esse filme no Netflix não dava muito por ele, sinceramente. A trama adolescentesca parecia normalzinha e boba, mas preciso confessar que tive uma surpresa. O clima suave e sem muita afetação da história me ganhou, além da trilha que tem Keane <3. Conflitos na adolescência é uma temática mais do que exploradas em filmes e séries, mas acho que o jeito como a história se desenvolve em LOL é bem interessante. Existe uma versão americana da história com a Miley Cyrus no papel de Lola e Demi Moore no papel da mãe da garota, só pra constar.

 – Filme lançado em julho de 2009 e dirigido por Lisa Azuelos.

3. Bonecas Russas (Les Poupées Russes)

Baixei esse filme porque achei o nome legal e depois quando pesquisei para saber mais informações sobre ele, descobri que era uma continuação de Albergue Espanhol, aí a curiosidade aumentou e imediatamente fui assistir. Agora, o maroto Xavier está com trinta e poucos anos, trabalha como escritor de novelas e jornalista freelancer, mas no fundo sua vontade é de escrever suas próprias histórias. O coração do moço está dividido entre duas moças. Mais maduro, porém, cheios de incertezas, entre os amigos que fez em Barcelona e moça Justine. Os cenários do filme passeiam por Paris, Londres, São Petersburgo e Moscou, sendo que cada um deles marcará Xavier de uma forma. Minha conclusão sobre Bonecas: Podia ser melhor. Com todo respeito, eu gostei muito de Bonecas Russas, mas com o embalo que o Albergue “deu” a continuação poderia ter sido bem mais interessante. Apesar dos pesares devo ressaltar que o segundo filme é mais maduro, não tem toda a “zuera” do anterior, é mais romântico e levemente complexo. As quatro cidades que aparecem no filme acrescentam boas doses de fofurinha ao clima de amor da produção. Uma notícia boa é que o terceiro episódio da vida de Xavier, “Casse Tête Chinois” (O Enigma Chinês, em português), estreou em outubro na França e em junho aqui no Brasil. Estou ansiosa pra ver como a vida de Xavi com 40 anos. –  Lançado em 2005, diretor Cédric Klapisch.

4. A Espuma dos Dias (L’ecume des Jours)

A vida do jovem rico Colin (Romain Duris) é tranquila e sem grandes preocupações. O moço é tímido e não possui um relacionamento muito bom com as mulheres, mas desde que foi apresentado à Chloé (Audrey Tautou) numa festa, onde tiveram um encontro meio louco, se apaixonaram e trataram de casar. Os amigos estão sempre presentes em todos os momentos da vida do casal, cada um com seu jeito esquisito. A parte dramática da história começa quando Chloé é diagnosticada com uma doença raríssima, na qual uma flor de lótus cresce dentro de seus pulmões. O tratamento é bem caro. O custo com os remédios e as várias flores que tem de cercar a moça levam Colin à falência e as coisas começam a degringolar na vida de todos.

O clima surrealista e criativo do filme que foi adaptado do livro de mesmo nome do francês Boris Vian é apaixonante. Não sou fã de histórias que fazem você viajar demais mas embarquei legal na onda proposta. A casa de Colin conta com objetos que andam, com formas engraçadas e comidas diferentes compõem um cenário muito divertido e pra lá de atraente. O filme ganhou pontos comigo não só pela estética, mas também por contar com a dupla Romain e Audrey que estou virando fã. A sintonia dos dois em cena é incrível! A trilha sonora, a fotografia, o elenco e a direção também são alguns pontos altos da produção.

– Lançado em junho de 2013 com direção de Michel Gondry.

That’s all folks! O post ficou bem extenso, eu sei, mas espero que tenham gostado dos meus french films queridinhos do momento e se conhecerem outros, me indiquem nos comentários.

Beijos e até o próximo ‘Quatro coisas’!

Anúncios

8 comentários sobre “Quatro coisas #1

  1. Eu já ouvi falar em todos mas o único que comecei a assistir foi ‘A Espuma Dos Dias’. Confesso que não estava na vibe e na hora achei meio lento demais, e meio fantasioso, aí parei. Mas tanta gente elogia que um dia eu ainda assisto haha.
    Mas eu também amo cinema francês, eles fazem filmes do jeitinho que eu gosto. Esses dias assisti um mas esqueci o nome rs, vou fazer post no blog aí lembro.
    Beijo

    1. Assiste sim, ele é muito bom. Não sou fã de filmes de fantasia mas adorei ‘A Espuma dos Dias’.
      O jeitinho francês de fazer cinema é encantador, sou muito fã <3.
      Faz o post sim, daí eu já incluo mais esse na minha lista pra assistir! hahaha

      Beijos

  2. eu adoro cinema francês e ainda não vi nenhum desses! Vou procurar pra ver. tenho sérios problemas pra ver filmes sozinha em casa na Tv ou Computador.. gosto de ver no cinema aí é uma droga acompanhar tudo e ver os filmes clássicos.

    esse Espuma dos Dias tenho loucura pra assistir.. e a Carol tá certa “as mulheres do 6 andar” é ótimo!! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s